resep masakan

Um pouco mais sobre o polo de Salinas - MG, um dos polos do CEAD que serão visitados pelo INEP em 2014

Em 04 de outubro de 1887, pela Lei 3485, a Vila de Santo Antônio de Salinas foi elevada a categoria de cidade. Em 14 de julho de 1891, sob a presidência da Câmara Municipal, era aprovado o estatuto do município de Santo Antônio de Salinas, e em 07 de setembro de 1923, é mudada a denominação de Santo Antônio de Salinas para SALINAS - MG. No ano de 1932 tomou posse o primeiro prefeito municipal (nomeado), Dr. Clemente Medrado Fernandes. Atualmente Salinas conta com uma população de 39.178 pessoas, sua área territorial é de 1.888 Km², e tem como seu bioma o Cerrado e a Mata Atlântica.

O polo UAB de Salinas surgiu de uma demanda do município e um estudo foi realizado pela equipe da prefeitura, em 2004. O diagnóstico realizado por essa equipe de trabalho apontou uma demanda muito grande de cidadãos que não tinham acesso ao ensino superior gratuito no município. Em princípio, foram realizados projetos e enviados à Universidade de Brasília explicitando a necessidade de se ter, no município, uma extensão universitária dessa instituição e nesse ínterim surgiu o Projeto Universidade Aberta do Brasil.

A articulação da oferta de cursos no polo UAB de Salinas teve início com a participação do município e de Instituições Públicas de Ensino Superior - IPES - no Edital de Implementação da UAB de 20 de dezembro de 2005. O polo de Salinas foi selecionado no Edital de nº. 01/2005 - SEED/MEC e as atividades acadêmicas tiveram início em outubro de 2007. O funcionamento efetivo do polo UAB de Salinas deu-se a partir do mês de agosto de 2007, com a realização do primeiro processo seletivo pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Em 2010, surgiu o interesse e a demanda pela formação de profissionais voltados à área pública, assim o Curso de Bacharelado em Administração foi instalado, começando sua trajetória nesse polo de Minas Gerais. A cidade de Salinas carece de profissionais especializados na área de gestão pública, e o curso, com toda estrutura oferecida pelo CEAD pode alavancar a capacitação de profissionais para suprir essa deficiência.

Fonte: Site de Salinas